Image module

LIBRAS – Poucos sabem que essa “palavra” não é um nome, mas sim, uma sigla: Língua Brasileira de Sinais. Ela é considerada a segunda língua oficial do Brasil regulamentada como a língua de instrução das pessoas surdas. Mas não é só isso, LIBRAS É UM INSTRUMENTO DE INCLUSÃO SOCIAL.
Em tempos atuais, ainda somos uma sociedade em que a exclusão encontra-se muito presente. No desenvolver da inclusão social indivíduos ainda vivem sobre a imposição da marginalidade com ênfase no trato da pessoa com deficiência

A pessoa surda enfrenta enormes barreiras quanto a integração/interação social. Para dirimir esses atos discriminatórios, promover e garantir a possibilidade em melhorar a comunicação é imprescindível ofertar condições que garanta e torne possível este processo. O curso técnico de tradução e interpretação de Língua Brasileira de Sinais, levantará importantes e relevantes questões no que diz respeito à ética, tecnologias, aspectos linguísticos e as políticas públicas que são inerentes no contexto social dos surdos em relação a construção de mundo com sua limitação, sendo prevalecente pela falta de comunicação ocasionado pela ausência do som.

O Tradutor e Intérprete de Libras tiveram suas atividades regulamentadas pela Lei 12.319/2010, onde sua formação a nível médio está prevista tanto em cursos de formação continuada quanto em curso técnico. Sua atividade está descrita na Classificação Brasileira de Ocupações sob o código 2614-25.

Através da Portaria SEE Nº 3168 de 14 de Maio de 2019, ofertamos o Curso Técnico em Tradução e Interpretação de Libras. Por ser apresentado na forma concomitante ou subsequente, o mesmo só poderá aceitar estudantes que estejam em andamento ativo ou que já tenham comprovadamente concluído o ensino médio.

Nosso objetivo é formar profissionais fluentes em Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa com aspecto crítico e reflexivo, com competências e capacidade para desenvolver habilidades e competências para efetuar a interpretação da Língua Portuguesa, oral e escrita, para a língua de sinais, sinalizada e escrita e vice-versa, de maneira consecutiva, simultânea e etc. interpretando este procedimento comunicacional entre o surdo e o ouvinte com ética e responsabilidade, e que quando tecnicamente habilitado, tenha capacidade para atuar no mercado de trabalho.

A Matriz Curricular é estruturada em módulos, significando um conjunto didático pedagógico sistematicamente organizado, desenvolvendo competências e habilidades profissionais, dando maior flexibilidade que se reflete na construção dos currículos em consonância com a proposta pedagógica e com os itinerários do perfil de conclusão do profissional.

A carga horária mínima para a conclusão do Curso Técnico em LIBRAS na ALPHATECNICO é de 1.200 horas com mais 240 horas opcionais de estágio em interpretação e 200 horas de estágio em tradução, totalizando 1440 horas de curso estruturados e elaborados com as competências, habilidades e bases tecnológicas por módulo.

Acesse a grade curricular

Formulário de Intenção